O momento é de União!

Jogando pela penúltima rodada do Campeonato Paulista de 2021, a 11ª de 12 rodadas disputadas nesta primeira fase, que credencia as equipes classificadas a entrarem na fase decisiva da competição, o Santos perdeu o clássico para o Palmeiras por 3 a 2, na noite desta quinta-feira (6), e está eliminado dos mata-matas do Paulistão.
A derrota fora de casa, deixou o Santos com apenas 10 pontos conquistados, um a mais do que o São Bento, penúltimo colocado com 09 pontos, e adversário do alvinegro na última rodada, em partida que será disputada no domingo (09) na Vila Belmiro, às 16h00 (de Brasília).

Com os resultados da rodada, o Alvinegro Praiano corre até o risco de ser rebaixado em caso de derrota diante do São Bento, realidade que transformou o duelo contra a equipe de Sorocaba, decisivo na luta do Santos para permanecer na Série A-1 do Campeonato Estadual.
Se formos levar em consideração, que o Santos irá travar o duelo mais importante de todos os seus 109 anos de existência, dos quais jamais soube o que é ser rebaixado, jogando em sua casa na Vila Belmiro, e necessitando apenas de um empate para escapar do rebaixamento, a missão contra o São Bento (Com todo o respeito), não deveria ser assustadora, nem sequer preocupante!

Infelizmente, a realidade atual não é essa!
Por mais que o torcedor Santista queira se manter otimista, a campanha alvinegra com 02 vitórias, 04 empates e 05 derrotas em 11 jogos, com 10 gols marcados e 19 sofridos, não deixa o torcedor disfarçar uma ponta de preocupação!
Não que o São Bento seja motivo de tanta preocupação, o que preocupa é o fato de que na partida mais importante da história do clube, o “Onze Santista” entrará em campo, com um time formado por “Meninos”, que terão 90 minutos para provarem que é realmente em momentos assim, que se separa os “Homens” dos “Meninos”.

Embora muito dessa força, tenha que partir internamente de cada um, ter nesses momentos, um dia e algumas horas antes da decisão, o apoio psicológico, um respaldo e a sensação de que não enfrentarão essa responsabilidade sozinhos, será de fundamental importância!  

No intuito de entendermos um pouco mais sobre o impacto emocional que a ansiedade e a responsabilidade dessa partida podem causar em jogadores tão jovens, muitos iniciando seu primeiro ano jogando no time profissional, conversei com o Psicólogo Mário Rodrigues.
Mário é o Idealizador da “Metodologia PAR” (Psicologia que busca auxiliar o atleta a alcançar o mais alto rendimento), já utilizada inclusive no próprio Santos, tendo sido muito importante na conquista de um título Brasileiro pelo time das Sereias da Vila.

“O grande desafio de atletas de futebol ao longo do tempo é controlar seu comportamento e suas reações emocionais frente a adversidades do jogo.
Outro aspecto, é desenvolver a percepção do movimento técnico, tanto próprio quanto dos oponentes
Um fator que interfere decisivamente no alcance de um resultado favorável é a carga de responsabilidade que é depositada por membros de Comissões Técnicas, que exigem a vitória a qualquer custo, causando ansiedade, que por conseguinte, vai causar um prejuízo quanto a operação do raciocínio, que precisa estar livre das emoções para exercer sua função previsível e racional.”

Podemos entender nas palavras do psicologo Mário Rodrigues, que o ideal é nesse momento, aliviar ao máximo qualquer tipo de atitude que denote cobrança, ou que deposite uma responsabilidade excessiva em cima principalmente dos mais jovens da equipe, claramente mais suscetíveis a sentir a pressão!
O momento agora, não é de cobranças nem de se apontar culpados!
O que passou ficou para trás! O importante agora é que os responsáveis pelo futebol do Santos, se façam presentes junto ao elenco, passando respaldo, segurança e confiança!

É hora de passarem o dia no CT Rei Pelé!
Almocem com os jogadores, jantem com os jogadores, brinquem, descontraíam o ambiente, e etc.. Façam os garotos se sentirem apoiados e amparados como uma grande família!
Jogador de futebol, ganha confiança quando se sente prestigiado, e sente que seu treinador e o comando do clube acreditam no seu potencial.
Vamos sair dessa, e continuar nossa história jamais maculada por uma queda!
Como dizia o nosso querido Padre Paulo:

 

O Santos é uma força viva, temperada no fragor de batalhas memoráveis”

(Crédito: Imagem: Ivan Storti/Santos FC)

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Portal Santos News© 2022. Todos os Direitos Reservados.